falecom@prossigaprotecao.org

Converse conosco!

81 4131.0929

Disk Prossiga

 CUIDADO! VOCÊ MENTE SOBRE ISSO TAMBÉM?

CUIDADO! VOCÊ MENTE SOBRE ISSO TAMBÉM?

Responda com sinceridade:
Você fecha a porta do banheiro quando está sozinho em casa?

Sensação de segurança, é o que procuramos sempre. Um instinto indomável que percorre a nossa mente e desperta nossas emoções de forma estarrecedora. Ah! A segurança!
Não é verdade que você se cobre na cama, quando ouve um ruído em casa, no meio da noite? Como se simplesmente um escudo mágico se formasse sobre você, ao jogar o cobertor sobre o corpo e ficar imóvel, respirando lentamente, com toda atenção para ver(na verdade ouvir) se o ruído ocorre novamente.

E se ocorrer…
Tudo bem! Você já está enrolado no lençol e logo pega no sono, como se nada tivesse ocorrido.

Sensação de segurança.

Mas de fato, se houvesse um perigo real, haveria mesmo proteção?

Mas a sensação de segurança é tão reconfortante que supre todo o receio e qualquer ansiedade, enganando seu cérebro sobre quaisquer riscos iminentes, e dopa sua percepção da realidade, a ponto de te manter inerte, parado, sem reação.

Triste, não?

Mas, real. Pura sensação de segurança! Falsa, eu diria. Não aplique isso em sua vida, mesmo sendo um processo natural, que ocorre moderadamente e instintivamente. Tome as rédeas da situação, assuma de fato o controle e conduza a situação, à segurança de fato.

Isso para todas as áreas da sua preciosa e única existência.

Você leu isto até aqui, simplesmente por ter se identificado com as reais situações aqui elencadas, que acontecem ou já aconteceram com você. Como por exemplo: Estando só em casa. Você fecha a porta do banheiro?

É de fato intrigante. Mas a resposta mais repetida na esmagadora maioria das vezes é “Sim!”

E por qual motivo?
Novamente a falsa sensação de segurança.

Nosso cérebro nos induz a limitar o possível acesso ao local onde se está sem roupas, vulnerável, na solitária intimidade do banheiro.
Mesmo estando só na casa.
Engraçado, mas é um fato.

E sabe o que piora esse sentimento enganoso de segurança? O famigerado pensamento de super-herói: “Comigo isso não acontece! Não comigo! De forma alguma!”

É assim que pessoas se envolvem em situações desastrosas e levam prejuízos horríveis, como quando se deixa uma panela no fogão aceso, enquanto vai espiar a TV ou o celular e nos poucos instantes gastos na espiadinha, passaram-se minutos e mais minutos, a panela no fogo secou, há fumaça em casa e por segundos você nem lembra o porquê. Até sair correndo para desligar o fogo, com aquele sentimento de frustração e raiva misturados.

Ou mesmo quando compra seu carro ou sua moto, independentemente de ser um veículo novo ou seminovo e não contrata nenhum plano de proteção veicular, porque “acha” que tem bastante cuidado no trânsito, ou dirige muito pouco, geralmente anda de ônibus ou pega Uber para evitar contratempos. E isso te dá uma leve sensação de segurança. Você, novamente, esquece do real problema e se vão semanas, meses, talvez por sorte, anos.

Muitas vezes recusa propostas e cotações. Porque você é o super-herói! Nada acontece com você. Não com você.
Falsa sensação de segurança!
De novo!

Você acaba esquecendo que mesmo na garagem de casa, um acidente pode ocorrer. Veículos desgovernados entram em casas, telhados caem, bateria descarrega, mecânica se deprecia.

Mas você ainda é o super-herói na sua mente.
Até que acontece com você!
E agora, nem adianta questionar o porquê!
Prevenção ainda é o melhor remédio.

Você já conhece o ditado e sabe bem o quê só “morreu de velho!”
Não deveria deixar a (falsa) sensação de segurança deturpar sua mente e te manter em risco constante. Permitir que seu patrimônio conquistado com suor e esforço, estejam expostos à calamidades e custos que talvez você não possa cobrir, ou mesmo podendo, queira assumir gastos desnecessários de uma desventura da vida.

Estamos todos suscetíveis aos riscos, de igual modo.
Mas podemos nos prevenir, já!

O ruído noturno pode ser uma barata no lixeiro, que não toca em você se estiver coberto. Ou pode ser um ladrão e após dormir, você nem vê quando ele vai embora. Trancar a porta do banheiro estando só em casa, pode ser bobagem; mas pode evitar que alguém que tenha a chave de casa, entre apertado para o xixi e você não ouça com o chuveiro ligado e… Já imaginou a cena?

O mesmo com seus veículos. Novo, seminovo ou velho, é patrimônio. Você daria seu patrimônio, de graça, à um estranho na rua? Deixaria seu suor de lutas diárias nas mãos do destino e do caos?

Deixaria de cotar gratuitamente seu Plano de Proteção Veicular, gratuitamente e ainda poder decidir se vai contratar agora ou cancelar quando quiser?

Bem!
A escolha é sua.
A incerteza é certa.
De fato, nada é eterno, nem sempre o mar está para peixes.
Mas você ainda vai se cobrir no meio da noite, quando ouvir um ruído? Ou fechar a porta do banheiro ao estar só em casa?
Clicar e cotar demora o mesmo tempo de encher um copo com água.
Vai lá! E faz!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *